share on:

28 de Outubro de 2020

A corrupção é um estigma cultural em nosso país. E não é que já se utiliza de uma frase com “cheiro de trecho bíblico” para justificar essa praga moral da corrupção? Costuma se dizer assim: “É dando que se recebe.” Já ouviu? Já falou isso para alguém retribuindo algum favor? Então preste atenção!

Essa frase parte da premissa que para você receber você precisa dar. Você só tem direito de receber se você dá. Então o relacionamento entre pessoas se desenvolve em caráter comercial. Um paga e o outro entrega. Sim, eu sei que a economia vive esse princípio. No entanto no seu relacionamento com o próximo e principalmente com Deus Pai esse não é o princípio que caracteriza a aliança entre o Criador Santo e o pecador que coloca sua fé em Cristo Jesus.

Você pode se ver ensinando alguma criança a dividir o que tem explicando com esse ditado: “É dando que se recebe”. Isso pode ter muito a ver nos relacionamentos sociais, mas na prática cristã o principio é muito outro. É dito assim : Mais bem-aventurada atitude é dar do que receber 22. A ênfase está em dar, não para receber, mas como expressão da alegria de ter recebido de Deus. Trata-se de uma atitude voluntária motivada pela alegria e amor em partilhar para ajudar outros. Não há exigência de retribuição embora se espera que o outro se alegre, melhore como que recebeu. O dar, no caráter divino visa contribuir para restaurar a dignidade do outro e não apenas projetar a prosperidade pessoal. Esse dar não vem acompanhado de alguma ostentação ou sentido de superioridade.

Experimente reunir as expressões de “dar” no novo testamento e descobrirá que é bem diferente daquele ditado popular. Escolha dizer: “Mais bem aventurado é dar do que receber.” Deus Pai tem em alta conta quem dá com alegria e não constrangido pela culpa ou pelo medo.23


Esta mensagem responde à pergunta: O que está implicado na conhecida expressão “é dando que se recebe”?

Tarefa para Hoje: Avalie sua motivação no dar. É para receber reconhecimento mesmo de Deus o expressão de sua alegria pelo que já recebeu de Deus Pai?


Notas

¹ 22 Atos 20:35 Atos é uma sequência da vida de Cristo nos Evangelhos, registrando a disseminação da cristandade de Jerusalém a Roma escrito por Lucas cerca de 62 d.C.

² 23 2 Coríntios 9:6,7 “E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” Segunda carta do apóstolo Paulo aos cristãos na cidade grega de Corinto no outono de 55,56 ou 57 depois de Cristo defendendo sua autoridade apostólica e apontando os falsos apóstolos na igreja daquela cidade.