share on:

31 de janeiro de 2019

Ahh, ai está você!

“Me engana que eu gosto” você já repetiu essa frase? O que você desejava expressar com ela? Era realmente um pedido consciente para que algum se empenhasse em enganar você porque isso lhe causa prazer? Agora se você avaliar o efeito da mágica, do ilusionismo, dos efeitos cinematográficos perceberá que essa frase representa você.” Me engana que eu gosto”.

Como entretenimento a mágica nos impressiona. Deixa a impressão que há poder humano real em quem faz a mágica. É claro que você sabe tratar-se de um truque, mas enquanto não descobre como é feito, fica aquela curiosidade.

Mágicos famosos porque proporcionavam um prazer especial nas pessoas que iludiam com seus truques. Sim as mágicas contradizem o bom senso. Como é possível tirar um coelho de uma cartola que estava vazia ou uma moeda da orelha de uma criança. Parece que a mágica nos permite desafiar a racionalidade, o bom senso. A mágica nos encanta com um certo senso de liberdade que o bom senso não dá.

Antes de introduzir o povo que tirou do Egito depois de 400 anos de escravidão o Deus e Pai de Cristo Jesus lhes deu a seguinte orientação: “Quando entrarem na terra que o Eterno, o seu Deus, está dando a vocês, não adotem o modo de vida abominável das nações que vivem ali. Não ousem sacrificar seu filho no fogo. Não pratiquem adivinhação, nem magia; não façam presságios nem pratiquem feitiçaria; não façam encantamentos nem consultem espíritos ou mortos, para entrar em contato com os mortos. Os que fazem essas coisas são uma abominação para o Eterno.

É exatamente por essas práticas abomináveis que o Eterno está expulsando essas nações. Sejam leais ao Eterno, o seu Deus. Essas nações que vocês estão prestes a expulsar do país se associam com magos e feiticeiros. Mas não será assim com vocês. O Eterno proíbe essas práticas¹.

Você e eu sabemos que os mágicos são bem diferente dos que se envolvem com feitiçaria, com ocultismo. No entanto quando você pensa no assunto precisa perceber como Deus, por Seu Espirito dirige você nessa questão. Algumas pessoas não veem problema. Outros não tem liberdade para usar esse recurso lúdico como diversão nem mesmo dentro da comunidade cristã². Deus Pai conhece cada filho! A uns dá liberdade, mas a outros não. Ele ama a ambos. – Janus Tarso


Aplicação

• Esta mensagem responde à pergunta: “Me engana que eu gosto” cabe bem quando você está diante de um bom mágico?
Tarefa para Hoje: Tenha a coragem de avaliar, diante do Espirito de Deus, os momentos em que experimentar alguma restrição á mágica. Não ignore a sensibilidade espiritual.


¹Deuteronômio 18:9-12 Versão “A MENSAGEM” O nome deste livro “Deuteronômio” expressa a “recapitulação” ou “segunda lei”. Moisés pronunciou três discursos de despedida pouco antes de morrer. Neles recapitulou, com o povo, todas as leis de Deus para os israelitas.
²I Coríntios 6:12 “Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine.” Entre 55 a 57/ o Apóstolo Paulo dC responde a 10 questões enviadas pelos cristãos na cidade de Corinto: espírito sectário, incesto, processos, fornicação, casamento e divórcio, ingestão de alimentos oferecidos a ídolos,uso do véu, a Ceia do Senhor, dons espirituais e a ressurreição do corpo.