share on:

30 de Junho de 2019

Você já fiscalizou o trabalho de alguém? Fiscalizar é aplicar os critério estabelecidos para avaliar produtos, serviços e condições adequadas nas mais diversas áreas da vida. Fiscalizar é uma tarefa necessária para a segurança de outras pessoas. O fiscal precisa conhecer o seu trabalho e o que está fiscalizando. Sem esses requisitos seu trabalho ficará comprometido e causará problemas e até tragédias.

Agora, para fiscalizar você precisa conhecer os critérios de justiça, ética, normas técnicas. Você precisará de coragem e educação para recusar o serviço mal feito ou o produto apresentado fora das especificações. Fiscalizar não é uma atividade que inspira simpatia pois o ser humano não tem facilidade em enfrentar repreensão e correção.

Por falar nisso você reconhece os aspectos básicos do Evangelho do Reino de Deus? Sim, o Evangelho de Cristo Jesus? Estou chamando sua atenção para que você fiscalize o seu próprio íntimo, suas motivações. Sem essa atitude você estará crendo em um outro evangelho. Um evangelho pregado por anjo de luz e não   pelo próprio Espirito de Deus. Não é possível você crer em um evangelho   que não contenha as especificações divinas apresentadas por Jesus e relatadas na bíblia.  São dois os aspectos básicos do Evangelho: o arrependimento para com Deus e a fé na pessoa de Cristo Jesus. Verifique se você conhece e experimenta dá intimidade com Deus através da pessoa, da obra de Cristo Jesus. Note como o evangelho vai alterando seu modo de tratar consigo e com o próximo. 

É muito comum o ser humano procurar por Deus em busca de socorro, de favores sem prestar atenção á necessidade de arrependimento para com Deus. Arrependimento para com a vida, os erros, o desvios não são difíceis de admitir. Agora reconhecer a rebelião contra o próprio Deus é o desafio inicial. Identificar os ídolos morais, ideológicos, místicos, religiosos e voltar-se para Deus, o Deus  revelado por Cristo Jesus é a base do arrependimento divino. Receber a Cristo Jesus é completamente diferente de se aceitar uma doutrina, uma igreja, uma pessoa carismática. A fé  confiante, obediente a pessoa de Cristo Jesus  traz a marca divina da santidade, amor e justiça. Fiscalize o seu coração e não o dos outros!


Esta mensagem responde á pergunta: Qual é a implicação da fiscalização de sua experiência religiosa cristã?

Aplicação para a sua vida: Procure “fiscalizar” sua correta base de vida cristã segundo o Evangelho de Cristo Jesus e não da doutrina do seu grupo ou prática religiosa e mística.


2 Coríntios 11:14 “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.”

Atos 20:20,21 “Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas,Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo.”

Gálatas 1:8Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.