share on:

30 de Março de 2019

Quando você não se sente bem fisicamente a ponto de não conseguir realizar tarefas necessárias precisa de remédios para restabelecer a saúde física. Quando, no entanto você sente-se com medo, culpa, raiva que impedem de tomar decisões morais adequadas precisa escolher entre o
conforto religioso, o conforto materialista ou conforto divino.

Vou explicar melhor! Há substâncias que eliminam a deficiência no físico, remédio. Agora quando a substância é usada para sanar deficiências morais, na mente humana, pode ser considerada uma droga. Usar
uma substância, a religião ou o materialismo como substituto das mudanças necessárias no modo de pensar, de agir ela atua mais como droga. O alivio é de curto prazo ou senão imediato. Isso então permite que a
pessoa persista nas atitudes causadora dos problemas utilizando-se da religião ou do materialismo.

O trabalho, rituais religiosos, boas-ações, dinheiro, sexo, comida, fama e poder podem ser utilizados como droga. São recursos que apesar de legítimos podem ser utilizados para o ser humano anestesiar, encobrir a
deficiência, o mal que habita em seu íntimo.

O pecado, como Deus chama, tem o efeito de droga. Traz alívio, mas não mudança. Traz consolos sem o abandono do que agrava os males da alma humana. Não se trata apenas de infrações morais. O pecado é a prática de perverter os objetivos divinos para o ser humano criado a imagem e semelhança divina. Pecado consiste em viver contra o próprio Deus. Por isso Jesus diz: “O ladrão, o diabo e o pecado não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

Jesus traz reconciliação do pecador com Deus Pai. O conforto divino, aponta mudanças no modo de agir, pensar e viver criativamente com Deus com o próximo e consigo. Tem por base o arrependimento para com Deus e a fé de Cristo Jesus. O conforto baseia-se na justiça, na santidade e na verdade em amor á Deus. O conforto divino, por isso não vicia, não destrói, mas dá vida eterna, isto é intimidade com Deus Pai Eterno.

A droga do pecado vem do diabo, mas o conforto divino vem de Cristo Jesus, do doador de vida de comunhão com o Eterno Pai Criador. A decisão não é fácil. No entanto é o amor de Deus quer atrair o seu coração.


Esta mensagem responde á pergunta: Qual a diferença entre conforto divino e droga religiosa?
Aplicação para a sua vida: Procure identificar como tem utilizado os recursos da vida como droga religiosa ou conforto divino.


João 10:10 Este evangelho escrito entre 80-90 d.C pelo apóstolo João no estilo é reflexivo e cheio de imagens e figuras organiza sua mensagem enfocando sete sinais que apontam para Jesus como Filho de Deus
Atos 20:21 ”Testifiquei, tanto a judeus como a gregos, que eles precisam converter-se a Deus com arrependimento e fé em nosso Senhor Jesus.“ Apostolo Paulo explica o teor de sua mensagem. Atos é uma seqüência da vida de Cristo nos Evangelhos, registrando a disseminação da cristandade de Jerusalém a Roma escrito por Lucas cerca de 62 d.C.