share on:

20 de Maio de 2019

Quando você pensa em crianças, você imagina alguém com que idade?
Com que capacidade de autonomia? Ela sabe andar? Já vai a escola?

O Brasil possui quase 2,5 milhões de crianças e adolescentes fora da escola,
dizem os dados da pesquisa Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – de 2015. Inclusão ainda não atinge 100% das crianças e adolescentes em idade escolar; quem está fora são os mais ‘vulneráveis’, diz especialista.

Em 2015 foram contadas que das 10,3 milhões de crianças brasileiras com menos de 4 anos de idade, 7,7 milhões que seriam 75% estão fora da escola.10 A infância inclui os primeiros 10 anos de vida de uma pessoa.

Hoje, sabemos que a criminalidade já arregimenta pessoas com menos de 10 anos para servir ao crime. As crianças são vítimas também da violência e privações de muitos tipos.

Quando Jesus colocou uma criança no círculo de adultos interessados em saber quem é a pessoa mais importante no Reino dos Céus, foi um choque. As crianças, naqueles dias, não tinham a importância que tem hoje. Apesar de amadas, as crianças estavam muito bem sujeitas a seus pais. Hoje, vemos crianças desacatarem professores, pais e autoridades confiando na impunidade dada pela lei. São ensinadas apenas dos seus direitos e não de suas responsabilidades. Assim, de vítimas as crianças agora passam a vilões.

Damos as crianças seus direitos e também ensinamos suas responsabilidades. Sem este equilíbrio, estaremos reféns dos maldosos. É preciso ter em mente que pessoas malvadas não tem escrúpulos e até mesmo usam as crianças. Assim as crianças são aperfeiçoadas no mal.

Você se vê em condições de reagir adequadamente quando alguém corrige ou repreende uma criança na sua presença? Você aproveita as oportunidades para ensinar e incentivar as crianças á sua volta a cuidar de
si e dos amiguinhos? Será que você está em condições de viver assim? Não importa se você ainda nem tem filhos ou se já tem netos. Quem se omite, priva a criança de desenvolver-se de maneira justa, saudável. Venha, vamos! Participe com amor na educação das crianças a sua volta!

Ensine as crianças tanto seus direitos quanto suas responsabilidades e elas terão uma infância justa e uma vida fora da marginalidade!


Esta mensagem responde á pergunta: Como encarar as crianças na atualidade?

Aplicação para a sua vida: Participe com amor a Deus Pai, na educação das crianças á sua volta.


https://g1.globo.com/educacao/noticia/brasil-possui-quase-25-milhoes-de-criancas-e-adolescentes-fora-da-escola-dizestudo. ghtml
Os dados são da pesquisa “PNAD 2015 – aspectos dos cuidados das crianças de menos de 4 anos de idade” divulgados neste quarta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE).
Mateus 18:2 E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles, E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e
não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.
Provérbios 29:15 A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe.
Provérbios 20:11 Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações, se a sua obra é pura e reta.