share on:

27 de Agosto de 2019

Quantas vezes você já disse: “Meu Deus”! Ou então, no auge da irritação ou no pedido final exclamou: “pelo amor de Deus”. E quando a situação tornou-se terminal só lhe restou admitir: “eu creio em Deus”. Essa expressão é comum na boca em várias pessoas, indicativa em diversas culturas. Então eu lhe pergunto diretamente: De que deus você está falando? Quando eu falo de deus e você fala de Deus é necessário que saibamos se eu e você estamos falando do mesmo deus? Nenhuma religião ou pessoa é boa só porque fala de Deus. Por isso, você deve saber antes, de que Deus se está falando.

Não desejo em momento algum ofender você ou sua crença. Nesse momento só posso falar de mim. Estou falando do único e verdadeiro Deus. O c Criador dos céus e da terra, o Deus e Pai de Jesus Cristo. O Deus que se revelou através do homem Jesus, nascido de mulher, judeu, descrito na Bíblia e na história. Então quando falo de Deus, não me refiro a algum poder cósmico que rege a natureza do nosso planeta ou mesmo desse nosso gigantesco universo.

A ideia de Deus como poder absoluto e supremo sempre existiu. Mas o Deus da Bíblia é o Deus criador e não somente um poder. Ele não se revela através do destino, de horóscopo, nem de espíritos. Para conhecer o Deus da Bíblia, você precisa conhecer Jesus Cristo. É ele, somente Ele, quem nos dá acesso e conhecimento do Deus único e verdadeiro. Se você entendeu que confia num deus diferente, e deseja ter acesso ao Deus do qual estou falando, considere o que Jesus disse: “Quem vê a mim, vê o Pai”.

Não desejo em momento algum ofender você ou sua crença. Desejo apenas expor a ideia a respeito do Deus descrito na bíblia, revelado por Cristo Jesus e manifesto pelo próprio Espirito Santo 1. É maravilhoso você poder adorar, crer em um outro deus! Seja um poder, um destino, não importa. O Criador não impede sua escolha. Se no entanto desejar conhecer o único Deus verdadeiro há uma boa notícia para você: Se desejar conhece-lo há uma boa notícia para você. O Evangelho de Cristo Jesus 2.


Esta mensagem responde á pergunta: A que deus você se refere quando utiliza as expressões cotidianas que tem o nome de deus?

Aplicação para a sua vida: Considere a maravilhosa liberdade que o Deus todo poderoso dá ao ser humano para adorar outros deuses que não Ele.


1João 16:7-11 “Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vô-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não creem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.” Este evangelho escrito entre 80-90 dC pelo apóstolo João no estilo é reflexivo e cheio de imagens e figuras organiza sua mensagem enfocando sete sinais que apontam para Jesus como Filho de Deus.
2 2 Timóteo 1:10 “E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho;” Ultima carta escrita pelo apóstolo Paulo. Desafia jovem pastor Timóteo em como orientar as igrejas daqueles dia, .por volta de 63-64 d.C.