share on:

01 de Junho de 2019

Estávamos ali, na praia. Antônio e Roberto, eram, da turma de garotos, os que melhor jogavam futebol. Cada um escolhia, alternadamente, os participantes de cada time. Ás vezes, um dos dois aceitava a sugestão de quem estava do “seu lado” na escolha dos que sobravam.

Se você já participou de momentos assim fica torcendo no íntimo para fazer parte do time que tem os melhores jogadores, certo? Eu já vi um dos escolhidos rejeitar a convocação para um time porque desejava jogar no outro. Ele teimava em jogar no time de quem não o escolheu. Então eu lhe
pergunto: Depois de convocado a jogar em um time, você fica a serviço do outro, em que desejava jogar? Isso seria “jogar contra”, concorda?

Como nossos jogadores reagem a convocação para o campeonato que vem ai? Será que jogarão com boa vontade? Será uma honra ser convocado pelo técnico da seleção? Eu fico pensando em você: Sim se você que recebeu uma convocação de Deus para viver com Cristo Jesus vai aceitar ou não. Muita gente convocada por Deus para “jogar”, para participar da vida com o Senhor Jesus, rejeita. Prefere participar de outro campeonato, de outro time onde se vê mais entrosado. A convocação divina não é para meramente vestir a camisa de alguma igreja, mas deixar-se orientar pelo técnico divino Cristo Jesus. Confundir a convocação divina com a convocação religiosa é um erro muito comum.

Quem é escolhido por Deus para participar do campeonato eterno joga apenas sob a orientação de Cristo Jesus. A tática do jogo é o próprio Espirito Santo de Cristo Jesus. Uma das táticas é tratar o erro com a perfeição divina, como Deus ordena. Exatamente isso que você ouviu. Aí reside toda a diferença. Deus não convoca pecadores para serem perfeitos. Deus chama pecadores a tratarem “perfeitamente” com os erros. Tratar os pecados como Deus ordena. Isto é, com arrependimento, restituição, abandono do erro e confissão. Quem aceita a convocação divina deixa o campeonato do mundo e joga no campeonato do Reino de Deus Pai.

Só quem é convocado por Deus tem as condições para tratar perfeitamente das imperfeições.


Esta mensagem responde á pergunta: Para o quê Deus nos “convoca”?

Aplicação para a sua vida: Trate dos erros e acertos como Deus nos orienta através de Cristo Jesus.


1 Pedro 3:9 “Não retribuam o mal com mal, nem insulto com insulto; ao contrário, bendigam; pois para isso vocês foram chamados, para receberem bênção por herança.” Esta carta foi escrita para confortar os cristãos da igreja na Asia Menor que sofriam perseguição por causa de sua fé por volta de 62 e 69.
Efésios 4:30-32 30 “Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem – se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo”. Carta do apóstolo Paulo escrita aos cristãos na cidade de Éfeso por volta de 62-63 d.C. enfatiza é o propósito eterno de Deus: Jesus Cristo é a cabeça da Igreja, que é formada a partir de muitas nações e raças.