share on:

13 de Fevereiro de 2020

Quanta gente fica indignada com os privilégios dos cargos públicos. Você também fica? No entanto você precisa compreender o que acontece, como acontece e por que acontece antes de ficar nesse estado.

O ministério público é uma instituição permanente de uma democracia. A permanência quer dizer que ele não pode ser extinto. Também possui autonomia e independência para atuar dentro do governo. Por essa razão conta com uma autonomia administrativa, orçamentária e funcional que lhe permite ser o único responsável pela gestão de seus recursos financeiros e pessoais. Assim o ministério público exerce à função jurisdicional do Estado, de defender a ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis sem a interferência de outras esferas do poder4.

Toda essa condição tem por objetivo a promoção da justiça. No entanto o que acontece? A natureza humana acaba utilizando as condições necessárias para seu trabalho como donos do poder e não como servos da justiça, do direito e da verdade. E assim em cada esfera da existência humana os privilégios não servem de apoio a responsabilidade, mas ao poder.

Quando um jovem tem a chave de casa é para, com esta autonomia, zelar pela segurança sua e da família. No entanto utiliza aquela chave, aquele poder de “ir e vir” para não dar mais satisfação da própria vida, chega fora dos horários e condições de segurança para si e para a família, além de trazer para casa companhias nem sempre aprovada pelos pais.

Os privilégios que Deus dá a cada um dos pecadores que arrependidos colocam a fé obediente em Cristo Jesus serve como um instrumento de santidade, justiça, amor. Se, no entanto, são utilizados para promover a arrogância, isso é corrupçao.5 Líderes transformam as condições divinas para oprimir, explorar e manipular os que estão sob seus cuidados e esses já tem o juízo de Deus decretado. Note que não se resolve extinguindo essas formas de governos, mas removendo aqueles que contaminam e pervertem a função para o qual foram designados.

Anote as boas condições que você tem na vida. Você as tem como fonte de poder, privilégio ou condições para exercer sua função cidadã ou dizemos na espiritualidade cristã, o ministério que Deus lhe Deus em Cristo Jesus? Converse conosco a respeito

Esta mensagem responde à pergunta: O que o Ministério Público tem a ver com sua vida?

Tarefa para Hoje: Quando você reconhece que as condições de saúde, sociais, econômicas e espirituais servem que tem são para o bom exercício do seu ministério diante de Deus e do próximo!

4 (art. 127, CF/88) 5 Ezequiel 34:18 “Porventura não vos é suficiente fartar-vos do bom pasto? Precisais ainda pisotear o restante da pastagem? Não vos basta beber das águas límpidas e frescas? Necessitais também enlamear o ribeiro? 19Deverão, portanto, as minhas ovelhas comer o que pisoteastes e beber o que sujastes? 20Por esse motivo Yahweh, o SENHOR Deus assim declara a eles: Observai! Eu mesmo julgarei entre ovelha gorda e ovelha magra.…”