share on:

16 de Junho de 2020

A vida é uma luta, não é verdade? A cada curva da vida você tem desafios, frustrações e conflitos. Assim se aprende e amadurece. Por falar em luta você já ouviu falar em “luta de classes”? Filósofos muito conhecidos resumem a existência humana a uma “luta de classes”. Essa é a segunda perspectiva mais antiga que existe, você sabia?

A primeira o Deus e Pai de Cristo Jesus construiu a narrativa registrada na bíblia com o primeiro casal. Eles receberam um jardim prontinho, um trabalho que exercitava toda sua capacidade intelectual, física. Foram abençoados, quer dizer foram tidos como coroa dos seres vivos, seres superiores em toda a criação terrena. Diariamente o Criador conversava com eles no final da tarde. Então surgiu alguém alegando que eles estavam sendo explorados, privados de uma condição melhor. Foi-lhe dito que as informações que tinham de Deus eram fake news. Foram incentivados a rebelarem-se contra aquela condição para se tornarem como o Criador, conhecendo o bem e o mal.

Logo depois de rebelião contra Deus, o casal iniciou também a luta de gênero. O homem acusou a mulher, e responsabilizou sua companheira pela rebelião contra o Criador. Alias acusou o Criador pela companheira que recebera com tanta alegria. A mulher reconheceu que se deixou enganar mas culpou a serpente, a natureza, os animais. Quando no trecho seguinte um irmão mata o outro, a luta de classes começou sua escalada de eliminar quem é diferente.

O evangelho de Jesus vem na contramão dessa ideologia da luta de classes com a mensagem de reconciliação por Cristo Jesus. A narrativa cristã decreta: “…não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.”15 “Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por intermédio de Cristo e nos outorgou o ministério da reconciliação. Pois Deus estava em Cristo reconciliando consigo mesmo a raça humana, não levando em conta as ofensas dos seres humanos, e nos encarregou da mensagem da reconciliação. Portanto, como discípulos de Jesus somos embaixadores de Cristo, como se Deus vos encorajasse por nosso intermédio. Assim, vos suplicamos em nome de Cristo que vos reconcilieis com Deus.16 Essa é a resposta cristã á luta de classes com esse convite divino.

Esta mensagem responde à pergunta: Onde está o ponto de partida para a “luta de classes”?

Tarefa para Hoje: A luta de classes só pode terminar quando a reconciliação com Deus Pai pela fé de Cristo Jesus for realidade no seu coração, na sua vida.

15 Gálatas 3:28 :. Instruções do apóstolo Paulo aos cristãos da Galacia que desejavam buscar o favor de Deus retornando aos costumes judaicos, escrito entre 48-58 d.C. 16 2 Coríntios 5:18-20 Segunda carta do apóstolo Paulo aos cristãos na cidade grega de Corinto no outono de 55,56 ou 57 depois de Cristo defendendo sua autoridade apostólica e apontando os falsos apóstolos na igreja daquela cidade.