share on:

24 de Setembro de 2020

Você considera-se uma pessoa que toma decisões orientando-se pelo “coração” ou pela “razão”? Se você tem uma personalidade extrovertida, alegre, tem grande esperança na bondade humana, dizem por ai que você toma decisões baseadas nas emoções, no “coração”. Se, no entanto, você gosta de ordem, justiça, responsabilidade e não confia nas pessoas, dizem que você é mais “razão”, sabia? Não se deixe impressionar pela cultura popular. Trata-se de um simplificação de uma questão mais complexa de cada ser humano.

Agora, quando você ouve ou lê a narrativa bíblica usar a expressão “coração” o significado é diferente do que se fala hoje. Para Deus, coração e razão andam juntos, fazem parte da natureza humana. Coração, refere-se a esfera de sua vida íntima, seus valores, pensamentos juntamente com seus sentimentos , afetos profundos expressos no primeiro mandamento divino.8

Agora o oposto de “coração”, nas Escrituras Sagradas, é a “hipocrisia”. O contrário de “coração”, não é a razão, mas a hipocrisia. Aquela atitude de “parecer” justo, honesto por fora, quando por dentro, há uma silenciosa rebelião contra o Criador. O hipócrita cobra justiça dos outros com arrogância, enquanto esconde ou justifica os próprios erros.9

Quando as Escrituras mencionam a expressão “coração de carne”, refere-se a uma natureza renovada.10 A nova aliança com Deus pela fé de Cristo Jesus estabelece um novo relacionamento entre a razão e os afetos se complementam pela orientação do Espirito Santo de Deus. Com esse coração de carne o cristão encara honestamente suas motivações nas decisões que toma. Trata com humildade e arrependimento os próprios erros e também dos erros do próximo, para consigo e para com outros.

A razão é mais que a lógica, mas a base do crer, no caráter divino. Os afetos acompanham esse crer. Se antes as emoções de prazer eram a base das decisões e a razão apenas fornecia critério para justificar o erro, agora sentimentos e razão trabalham juntas sob a orientação do Espirito Santo de Cristo Jesus. Isso é maravilhoso! É a comunhão com Deus pela fé de Cristo Jesus que resgata a unidade e integridade da atuação da razão com o coração porque guiados pelo Espirito Santo de Deus Pai. Reconheça sua necessidade dessa relação com Deus pelo Espirito de Cristo.

Esta mensagem responde à pergunta: Como encarar essa “luta” entre a razão e o coração?

Tarefa para Hoje: Deus busca resgatar a unidade da razão com os afetos em você mas no seu relacionamento com Ele, com o próximo e com a vida.


Notas

¹ Marcos 12:33 “Amá-lo de todo o coração, de todo o entendimento e de todas as forças, e amar ao próximo como a si mesmo é mais importante do que todos os sacrifícios e ofertas.” Jesus responde a pergunta de um especialista religioso e revela o caráter da fé em Deus

² 9 Mateus 7:3 “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?” Jesus repreende os que querem corrigir os outros sem antes, avaliar a si mesmos ou mesmo corrigir os próprios erros.

³ 10 Ezequiel 36:26 “Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne”. Profeta de Israel que repreende a idolatria religiosa do povo e aponta a solução divina para este erro em 590 a.C.