share on:

06 de Março de 2019

Duas pessoas conversavam no ônibus. Não foi possível não ouvi-las. Estavam perto de mim. Uma disse: “Ahh! Se arrependimento matasse, eu já estaria na terra dos mortos!” Você já falou assim?

O Carnaval acabou! Na quarta-feira de Cinzas nem todos estão arrependidos, mas gente com remorso tem muitos. Uns com remorso por ter feito mais do que devia. Outros com remorso por ter feito menos do que podia. Alguns poucos ao constatarem a que ponto chegaram da sua falência moral, religiosa não resistem á vergonha e cometem suicídio. Este arrependimento é mesmo trágico, mortal, porque não encontra outra resposta de vida para o tamanho da descoberta.

Quando, no entanto você lê a respeito de arrependimento, descrito na bíblia, mencionado por Jesus, trata-se não apenas da descoberta de si mesmo, mas descoberta da graça, do amor de Deus para consigo, com o próximo e com Cristo. Remorso é trágico, pode até ser mortal, mas o arrependimento diante de Deus Pai conduz a vida.

O que se chama de arrependimento consiste em uma profunda convicção de que houve pecado contra Deus, não apenas contra os pais, contra o cônjuge, contra os filhos ou a moral vigente O arrependimento descrito nas narrativas bíblicas tem o “dedo de Deus”, pois é o Espírito Santo que produz a convicção do pecado. Esta convicção é uma das experiências mais raras que os homens têm, é o principio ativo do arrependimento diante de Deus. É esta convicção que leva o arrependido a Jesus.

Lembrei-me que arrependimento gerado por Deus não mata, mas conduz a uma mudança de relacionamento com Deus e como próximo. Agora, o remorso sim, este é capaz de matar. Quanta gente movida pelo remorso, movida pela profunda irritação com os resultados do que fez ou do é comete suicídio?

Remorso é humano. Arrependimento gerado pela convicção de pecado é raro, é precioso, é dado pelo próprio Deus. Esse arrependimento surge quando você reconhece o amor de Deus por você ao permitir que Jesus morresse pagando por todo seu pecado e ressuscitasse para ser seu advogado diante do Pai. É assim que você se torna filho de Deus.


Aplicação

Esta mensagem responde á pergunta: Qual a diferença entre arrependimento e remorso?
Aplicação para a sua vida: Para mudar do “remorso” para o “arrependimento” volte-se para o Senhor Deus pela fé de Jesus.


Lucas 15:21 Escrito por Lucas, um médico por volta de 59—75 d.C mostra como Jesus estava em contato com as pessoas pobres, com os necessitados e com os que são desprezados pela sociedade
2 Coríntios 7:10 Segunda carta do apóstolo Paulo aos cristãos na cidade grega de Corinto no outono de 55,56 ou 57 depois de Cristo defendendo sua autoridade apostólica e apontando os falsos apóstolos na igreja daquela cidade.