share on:

16 de Outubro de 2019

Lá estava eu, deitado na maca, na sala cirúrgica. O médico que colocava as luvas perguntou: “Então, Sr. Janus, o que foi que aconteceu?” Enquanto ele falava o anestesista aplicava uma injeção no meu braço. Então comecei: “Doutor, tive um problema de saúde há 15 dias atrás e…” acordei em outra sala! Não deu nem tempo de eu explicar e o exame foi feito. Enquanto eu falava o anestesista avaliava o efeito da sedação!

Em 16 de Outubro de 1846, o Dr. William Morton, passou seu paciente anestesiado para o cirurgião que ao final da operação diz “Desde esse dia a humanidade venceu a dor. Saímos das trevas!”. Desde então, o médico anestesista desenvolve técnicas especializadas, habilidades manuais, profissionalismo e profundo respeito pelo ser humano.

Agora, com o que Deus Pai faz mudanças em seu coração, na sua vida? Será que utiliza algum anestésico divino? Sim. A mudança que o Senhor Jesus realiza ao tirar o coração de pedra e dar um coração sensível a Ele é feita com anestesia divina13. É com o amor de Deus derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que Ele leva a conversão, realizada no espírito humano14.

Acordei certa manhã, descobrindo que a amargura que estava no meu coração até a noite anterior fora tirada pelo Senhor, enquanto eu dormia. Que alívio! Em outras ocasiões, com sua presença amorosa enfrentei a dor de mudanças decisivas conscientemente. A dor não é traumática quando motivada pelo amor de Deus. É por essa razão que agora, nesse exato momento dezenas de cristãos estão sendo mortos pelos inimigos da cruz de Cristo Jesus. Esposa, filhos, casa, saúde, tudo é retirado deles porque não desistiram desse amor que foi derramado em seus coração pelo próprio Espírito de Deus, quando foram operados.

A religiosidade pode ser um tipo de anestésico até mesmo político, mas é o amor divino, derramando no seu, no meu coração, que nos leva a encarar os desafios da vida, nesse mundo tenebroso onde brilhamos como Jesus revelou. A vida com Jesus não consiste somente em experimentar mudanças fáceis, mas também enfrenta corajosamente muitas dores, como nosso Senhor também enfrentou por amor a Deus Pai!15


Esta mensagem responde à pergunta: Como Deus opera em nosso íntimo?

Aplicação para a sua vida: Com essa nova disposição divina implantada em você, encare corajosamente as dificuldades de hoje. Essas podem doer, mas são como dores da “fisioterapia”, de recuperação.


13 Ezequiel 11:19 “Darei a eles um coração não dividido e porei um novo espírito dentro deles; retirarei deles o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.” A mensagem de Ezequiel foi dada aos judeus cativos na Babilônia. Ezequiel usou histórias e parábolas para falar do juízo, da esperança e da restauração de Israel.
14 Romanos 5: 5 E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. Carta do apóstolo Paulo aos cristãos na cidade de Roma por volta de 58 d.C.. descreve a vida no Espírito, que é dada pela fé aos que crêem em Cristo.
15 I Pedro 4:1-2 Esta carta foi escrita para confortar os cristãos da igreja na Asia Menor que sofriam perseguição por causa de sua fé por volta de 62 e 69. 4.