share on:

20 de Outubro de 2020

Quem, diga-me, quem, já não se rebelou contra a ordem de obedecer superiores, de sujeitar-se a outras pessoas? Até rebelar-se contra aqueles que tinham algum poder fosse ele social, político, econômico, religioso? Já vi bebês rebelando-se conta o pai ou a mãe que lhe impedia de atravessar uma avenida movimentada ou colocar o dedo em uma tomada elétrica. E então deixa a criança, sem noção do perigo escolher ou não? Responda para si.

A ausência de autoridade, de governo, seja em que esfera for da sociedade, recebe o nome de anarquia. Anarquismo é uma ideologia política que se opõe a todo tipo de hierarquia e dominação, seja ela política, econômica, social ou cultural, como o Estado, o capitalismo, as instituições religiosas, o racismo e o patriarcado. O anarquismo quer eliminar a ordem social através de um projeto construtivo baseado na defesa da pessoa dirigir a própria vida. O anarquismo busca uma sociedade libertária baseada na cooperação e na mutua ajuda entre as pessoas que se associam livremente.[1]

A ideia é altamente atraente é ou não é? Cada um agindo segundo a própria consciência. Cada um associando-se livremente para o bem comum. Aqui começa o problema. A natureza humana é profundamente egocêntrica, isto é, os próprios interesses são prioridade. Os princípios da anarquia não levam em conta a natureza humana egocêntrica.

Os dez mandamentos, por exemplo, revelam a dificuldade humana de viver o anarquismo com seriedade. As ideias filosóficas são boas, uteis, mas desprezam a natureza humana. Subestimam a dificuldade humana em pensar altruisticamente. As ideologias podem ser uteis, mas é o ser humano que corrompe cada uma delas.

Por isso a espiritualidade cristã mostra que a sujeição das mulheres aos homens, o amor dos homens  á esposa, a obediência dos filhos aos pais, o respeito dos pais aos filhos, entre patrões e empregados só é possível se a vida de Deus Pai, revelado por Cristo Jesus for o fio condutor das relações sociais, econômicas e políticas e religiosas. Essas precisam acontecer de modo voluntário.[2] As ideologias ao utilizarem a força eliminam a voluntariado. Somente o amor de Deus Pai promove essa vontade voluntária![3]


Esta mensagem responde à pergunta: Qual é o problema da Anarquia para o ser humano?

Tarefa para Hoje: Somente o amor de Deus no seu íntimo promove a voluntariedade que dignifica o ser humano na justiça e santidade. Sem ela só resta a força da injustiça.


Notas

¹ [23] https://pt.wikipedia.org/wiki/Anarquismo

² [24] Efésios 5:21-33 Carta do apóstolo Paulo escrita aos cristãos na cidade de Éfeso por volta de 62-63 d.C.  enfatiza é o propósito eterno de Deus: Jesus Cristo é a cabeça da Igreja, que é formada a partir de muitas nações e raças.

³ [25] Salmos 51:10-12 “Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.  Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.” O livro de Salmos é composto de cento e cinquenta cânticos, orações e   poemas compostos por Davi Moisés e muitos outros profetas a mais de 200 anos a.C.