share on:

08 de Fevereiro de 2020

Você já ouviu alguém dizer: “A arte imita a vida”? Pois é a literatura abre portas para a imaginação do ser humano. Uma das histórias mais fascinantes de minha infância foi aquele livro: Vinte mil léguas submarinas. Escrito por Júlio Verne.6 O seu nome verdadeiro era Jules Gabriel Verne. Nasceu no dia 8 de fevereiro de 1828. O autor desse livro é considerado por críticos literários o inventor do gênero de ficção científica, tendo feito predições em seus livros sobre o aparecimento de novos avanços científicos, como os submarinos, máquinas voadoras e viagem à Lua.

Desde a antiguidade temos histórias, contos e lendas que hoje já são realidades tecnológicas. O sonho do ser humano de voar como que com asas dos pássaros está na lenda grega de Ícaro. Robôs e helicópteros por Leonardo da Vinci artista, cientista italiano do século XV. Nesse tempo de câmeras mostrando o que você faz o tempo todo, invadindo sua privacidade foi mostrado por George Orwell no livro 1984“ publicado em 1944.

Quando na bíblia, escrita a mais de dois mil e 10 anos são apontadas realidades, querem usar o termo de ficação religiosa aos fatos que se consumam gradativa mas inexoravelmente. As profecias de Nostradamus contam com credibilidade para os que rejeitam as revelações das Escrituras Bíblicas. As pestes, os terremotos, o controle do ser humano pelo próprio ser humano, a perseguição ostensiva aqueles que não trazem a marca de seu compromisso com a nova ordem mundial com um governo planetário de natureza religioso, estão gradativamente tomando forma no contexto econômico, moral e religioso da história humana.

A arte imita a vida e chega a ter referências proféticas. No entanto o próprio Deus, revelando-se através de Cristo Jesus vem sinalizando silenciosa e firmemente as balizas divinas na história tecnológica, política e religiosa. Diante desses fatos você precisa descobrir o que impede o seu coração, a sua mente, seu espírito de dar crédito ás revelações divinas registradas na bíblia! Os relatos bíblicos descrevem mais que parábolas, profecias e ensinos, mas o plano divino de fazer todos os fatos convergirem para Cristo Jesus.7 Vamos desenvolva prontidão no seu íntimo para essa realidade cósmica e divina! Conheça o evangelho de Cristo Jesus descrito na bíblia sagrada.

Esta mensagem responde à pergunta: A ficção científica não influencia ou “profetiza” os rumos da história humana?

Tarefa para hoje: Os relatos bíblicos descrevem mais que parábolas, profecias e ensinos o plano divino de fazer tudo convergir para Cristo Jesus. Desenvolva prontidão no seu íntimo para essa realidade cósmica e divina! Conheça o evangelho de Cristo Jesus.

6https://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAlio_Verne 19https://pt.wikipedia.org/wiki/Vinte_Mil_L%C3%A9guas_Submarinas 20: https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dcaro Leonardo Davinchttps://pt.wikipedia.org/wiki/Leonardo_da_Vinci https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2019/05/20/1984-e-a-revolucao-dos-bichos-por-que-george-orwell-e-o-unico-classico-na-listade- mais-vendidos-de-ficcao-no-brasil.ghtml em 30.01.2020 7 Efésios 1:9-11 “E nos revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que Ele estabeleceu em Cristo, isto é, de fazer convergir em Cristo tudo quanto existe, todos os elementos que estão no céu como os que estão na terra, na dispensação da plenitude dos tempos.“ Carta do apóstolo Paulo escrita aos cristãos na cidade de Éfeso por volta de 62-63 d.C. enfatiza é o propósito eterno de Deus: Jesus Cristo é a cabeça da Igreja, que é formada a partir de muitas nações e raças.