share on:

Clamaremos e tu responderás; gritaremos por ajuda e tu dirás: “Eis-me aqui”. Se removermos o jugo da opressão, o dedo acusador e a fala maliciosa e nos dedicarmos ao faminto e satisfizermos as necessidades do oprimido, nossa luz brilhará na escuridão e nossas noites se tornarão como o meio-dia (Isaías 58.9-10).