Compartilhe em:

Teus juízos, Senhor, são verdadeiros e inteiramente justos. São mais desejáveis que o ouro, sim, do que muito ouro puro, mais doces do que o
mel que goteja dos favos. Teu servo é advertido por meio deles e há
grande recompensa em segui-los (Salmo 19.9-11).