share on:

Pai celestial, tua lei nos instrui a nos amarmos uns aos outros. Todavia, minhas tentativas de amar sempre falham. Meus esforços carnais são insuficientes e acabam sendo egoístas. Entendo que tu és a fonte do verdadeiro amor. Como o fruto do Espírito é amor, peço-te, Santo Espírito, que me preenchas e que ames outros por meio de mim (Romanos 13.8-10).