Portas Abertas mostra o dia da esposa de um pastor nas Filipinas

share on:

05/03/2019

Lydia é a esposa do pastor Matt, nas Filipinas. Eles pertencem a uma pequena tribo de pescadores, os samas, onde há uma comunidade cristã que Matt pastoreia. Enquanto marido e mulher sentam juntos para desembaraçar as redes de pesca, rotina noturna diária com duração de meia hora, Lydia compartilha um pouco da realidade, medos e esperanças que enfrentam como cristãos perseguidos.

Ela diz que sempre que o marido vai pregar ou ensinar em áreas de maioria muçulmana, fica com medo. Ela também conta que às vezes teme pelos filhos, pois vivem como seguidores de Jesus, e são a minoria. Seu medo é de que eles não sejam capazes de se posicionar por sua fé ou que se juntem a más companhias. Ela sonha que eles sejam obedientes ao que o Senhor quer para a vida deles.

Lydia encoraja suas irmãs em todo o mundo, principalmente as que enfrentam o mesmo contexto de perseguição. Nessa ocasião, em que a missão Portas Abertas acompanhou seu dia, ela disse as irmãs que é difícil ser cristã e esposa de pastor, pois elas enfrentam vários desafios. Ela ressaltou que é muito importante que obedecer a voz de Deus em tudo e o deixar decidir por elas. Por fim, ela falou que é fundamental que a mulher do pastor forme uma equipe com ele. A meia hora em que desembaraçam as redes, além de ser parte importante do trabalho de Matt como pescador, também é um tempo em que o casal conversa e tem um tempo junto. O nome do casal foi alterado por questão de segurança.

Fonte: Site Guiame

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão:André Castilho
Realização:Rádio Trans Mundial