Mais de 1 bilhão e meio de pessoas ainda não têm a Bíblia em seu idioma

share on:

02/10/2018

Enquanto nós brasileiros temos inúmeras versões da Bíblia na língua portuguesa, mais de 1 bilhão e quinhentos milhões de pessoas em todo o mundo ainda aguardam pelas Escrituras em seu próprio idioma. Significa dizer que 1 em cada 5 pessoas no mundo ainda não teve acesso à Bíblia em seu idioma. Esse fato demonstra um obstáculo significativo para a propagação do Evangelho pelo mundo.

Os dados foram apurados pela Wycliffe Bible Translators, organização dedicada à tradução da Bíblia em todas as línguas vivas do mundo. A Wycliffe tem trabalhado para mudar esta realidade e incentivar cristãos em todo o mundo a fazer parte dessa mudança. Em artigo no site Christian Today, a organização compartilhou histórias de pessoas que tiveram a vida transformada após ler a Bíblia em sua língua.

Essa história envolve um líder islâmico que não teve a identidade revelada por razões de segurança. Os tradutores da Wycliffe estavam realizando o teste de uma tradução recém-concluída do livro de Mateus em uma aldeia. Durante o processo no qual o imã muçulmano estava envolvido, a leitura de Mateus chamou sua atenção. No terceiro dia juntos, ele parecia estar incomodado e os tradutores da Bíblia acharam que ele não estava seguindo a leitura. Perguntado, ele respondeu: “Eu estou seguindo. É que essas palavras são muito poderosas e me obrigam a pensar sobre a minha vida”.

Quando o imã terminou de ler Mateus e mais tarde o livro de João, ele disse aos tradutores, que quando eles terminassem de traduzir a Bíblia, a cidade entenderia a verdade e seria transformada. Ele falou ainda que seria morte de sua religião.

A tradução da Bíblia no Brasil é um desafio entre as etnias indígenas. Das 340 etnias existentes, 121 ainda não foram alcançadas pelo evangelho. E dentre as alcançadas apenas 5 contam com a tradução completa da Bíblia e 36 com novos testamentos. Neste momento tem 28 traduções em andamento.

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans