Cristãos são vítimas de 80% dos atos de discriminação religiosa em todo o mundo, revela pesquisa

share on:

21/09/2018

Os cristãos são vítimas de 80% dos atos de discriminação religiosa em todo o mundo, mas 80% dos cristãos no planeta não têm contato direto com essa perseguição. Esse é um dos dados revelado pela pesquisa apresentada na Universidade Baylor, no Texas.

A pesquisa sobre a perseguição aos cristãos foi realizada nos últimos três anos, em 25 países e envolveu 17 acadêmicos. Os pesquisadores descobriram que os cristãos sofrem perseguição sob regimes comunistas, nacionalistas religiosos e seculares, e nas mãos de agentes não-estatais, como extremistas religiosos e organizações terroristas.

Os estudiosos também examinaram como os cristãos costumam responder à severa perseguição em diversos contextos. A resposta foi que eles demonstram “coragem e criatividade” quando estão em situação de perseguição. Foram identificadas três estratégias usadas pelos cristãos quando são perseguidos: sobrevivência, associação e confronto.

De acordo com a análise, 43% das comunidades cristãs adotam estratégias de sobrevivência, fugindo para outra região, operando em segredo ou fazendo expressões externas de patriotismo. Enquanto isso, 38% das comunidades cristãs usam estratégias de associação, construindo parcerias ecumênicas e criando redes de relacionamentos dentro ou fora de seus países. Outra associação envolve a realização de serviços sociais para maior aceitação de líderes governamentais locais. Por meio de atos de perdão, alguns cristãos chegam a se reconciliar com os perseguidores. A estratégia menos comum é o confronto, praticada por 19% das comunidades. Na maioria das vezes, isso envolve documentar os abusos para expor no tribunal ou para um grupo de direitos humanos. Em alguns contextos, pode envolver protestos não violentos. Raramente envolve resistência armada, seja em autodefesa ou formando um grupo.

Fonte: Guiame

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans