Perseguição e repressão a cristãos na China atingem maior nível da história

share on:

05/04/2019

Depois de uma reunião, ocorrida no final da semana passada, entre os principais negociadores comerciais dos EUA e autoridades da China, começou uma violenta perseguição aos cristãos no país. Entidades internacionais destacam a gravidade do momento para os cristãos chineses.

O Save the Persecuted Christians, em tradução livre “Salvem os Cristãos Perseguidos”, movimento que defende 300 milhões de cristãos que enfrentam perseguições em todo o mundo, quer que o foco permaneça em como a China trata aqueles que acreditam em Jesus Cristo.

Temos reportado com frequência o fechamento de igrejas domésticas e as armações que autoridades policiais chinesas têm feito para prender líderes cristãos. Bob Fu, membro do Conselho Consultivo do Save the Persecuted Christians, que faz parte da China Aid, já havia avisado o Congresso que a liberdade religiosa na China atingiu o “pior nível desde o início da Revolução Cultural feita pelo presidente Mao Zedong na década de 1960.” Além disso, Fu informou que o primeiro mandamento, que é “não terás outros deuses diante de mim”, está sendo removido da lista de 10 em Bíblias impressas na China. Ele afirma ser um plano para tornar em cinco anos o cristianismo mais compatível com o socialismo. Esse plano, diz ele, apresenta uma “reescrita” da Bíblia para “refletir a ética chinesa do confucionismo e do socialismo”. Durante uma conferência da Fundação Heritage, em fevereiro, sobre liberdade religiosa na China, Dede Laugesen, diretor executivo da Save the Persecuted Christians, explicou que “a Constituição da China afirma tecnicamente oferecer liberdade religiosa, mas toda expressão religiosa e culto são rigorosamente regulamentadas e monitoradas pelo Estado”.

A China ocupa o 27º lugar na lista dos 50 países que mais perseguem o cristianismo. Essa lista é atualizada todos os anos, e é elaborada pela missão Portas Abertas. Em 2018 o país ocupava a 43º posição. A China proíbe a educação religiosa, coleta DNA e dados biométricos de crentes religiosos e tortura e mata prisioneiros de consciência, incluindo muitos cristãos.

Fonte: Site Guiame

 Produção e apresentação:Daniel Beltrão
Coordenação:Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização:Rádio Trans Mundial