Pastores são treinados como pacificadores na Colômbia

share on:

07/12/2018

Um grupo de mais de 30 pastores conveniados à missão Portas Abertas Colômbia está participando de um treinamento para promoção da paz em zonas de guerra. O propósito do curso, que está dentro do escopo do Projeto Ananias, é dar a pastores e líderes, das mais violentas regiões da Colômbia, ferramentas para promover uma cultura de paz baseada em princípios bíblicos. Os participantes são pastores unidos pela perseguição religiosa, pelo amor às suas comunidades e ex-combatentes e perseguidores da igreja.

O projeto Ananias propõe a paz no meio das mais cruéis cenas de guerra e perseguição contra a igreja de Cristo. A Colômbia tem 70 anos de conflitos internos, mais de 8 milhões de vítimas e o numero mais alto número de deslocamento interno do mundo. Por meio desse projeto, a Igreja Perseguida fortalece seu chamado de pregar o evangelho e vencer o mal com o bem.

Fidel e Omar, que eram combatentes de diferentes grupos guerrilheiros da Colômbia, hoje são pastores e estão fazendo o curso. Fidel era parte do comunista Exército de Libertação Nacional. Já Omar era integrante de um dos grupos paramilitares, conhecidos por sua violência e ações contra civis e guerrilheiros. Fidel relatou que se no passado visse o pastor Omar, seu primeiro pensamento seria de matá-lo. Mas hoje ele se alegra no Senhor por poder chamá-lo de amigo e de irmão.

Fonte: Portas Abertas

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial