Pastor é preso na China por dizer “Jesus te ama” – Pastores narram a Bíblia como hip hop

share on:

25/04/2017

Um pastor chinês, nascido em Taiwan, foi preso no sábado, dia 15 de abril em Zhengzhou, capital de Henan por cantar um louvor que dizia “Jesus te Ama”. Segundo os policiais, isso configurava “atividade religiosa ilegal”. A Missão China Aid, que seguidamente denuncia a perseguição aos cristãos no país mais populoso do mundo, disse que pastor Xu Rongzhang estava liderando um grupo de pessoas que entoava louvores em público na véspera da Páscoa. As autoridades não explicaram por que louvar o nome de Jesus era “ilegal”. O pastor foi liberado no mesmo dia, mas seu passaporte foi apreendido, segundo o Christian Post. A perseguição contra os cristãos na China ficou sete vezes maior na última década. Isso é comprovado pelo aumento constante nos casos de prisões de líderes, fechamento e demolições de templos.

Loren La Luz, Esteban Shedd e Aaron Lopez foram colegas de seminário no início dos anos 2000. O desejo dos três futuros pastores e ministros de música moradores de Chicago era oferecer uma maneira atraente para que a nova geração pudesse se engajar com as Escrituras. Em 2010 criaram um ministério chamado Streetlights, que oferecia uma versão em áudio da Bíblia. O diferencial é que o texto era lido sobre uma trilha sonora de hip hop. No princípio não tiveram muito apoio das igrejas, mas insistiram. Entendendo que qualquer pessoa abaixo dos 30 anos hoje em dia não consegue viver sem um celular, adaptaram o conteúdo para um aplicativo. O aplicativo é gratuito e só tem versão em inglês. Eles tem planos de oferecer as bases musicais para que a narração das Escrituras sejam feitas em outras línguas. Para baixar o aplicativo basta digitar streetlights no Google Play ou na Apple Store.

Fonte: Sites Gospel Prime e Urban Chisthian News

Ouça agora a reportagem: 

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial