Pastor conta sobre ministério em Uganda

share on:

Desde 2014, a Missão em Apoio à Igreja Sofredora trabalha em Kampala, Uganda. No campo de refugiados de Rwamwanja, são mais de 53 mil pessoas convivendo em uma área aproximada de 40km². A maioria é formada por refugiados do Congo. Lá, o pastor e missionário Stephen tem trabalhado há anos. Ele nasceu na República Democrática do Congo, e, durante muito tempo precisou mudar-se diversas vezes. O motivo eram os conflitos e instabilidade política em seu país. Atualmente, ele pastoreia uma igreja fruto de trabalho missionário com cerca de 300 membros. Ligadas a ela, ainda existem outras duas congregações em áreas remotas. Ele diz que o trabalho tem crescido mesmo em meio aos desafios e pede orações pelo ministério.