No Sudão, igrejas são transformadas em abrigos

share on:

A situação atual do Sudão não é das melhores.

Os acordos de paz entre o Norte e o Sul não foram cumpridos. A violência se espalhou de tal forma que o governo perdeu o controle sobre a segurança. Milhares de civis foram mortos e cerca de 40 mil pessoas estão deslocadas. Igrejas e instalações da ONU se transformaram em abrigos. Recentemente, a Organização das Nações Unidas emitiu um relatório, denunciando assassinatos de civis e as violações cometidas pelos soldados uniformizados do governo do Sudão do Sul. Em 2011, quando Norte e Sul faziam parte de uma única nação, o Sudão ocupava o 35º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa, atualmente ocupa o 8º. Quer dizer que os cristãos do atual Sudão do Sul, que faziam parte desse contexto, já enfrentavam a hostilidade e o preconceito por seguirem o cristianismo.