Mulher indiana que teve Bíblia rasgada não abre mão do Evangelho

share on:

05/12/2018

Poonam, é indiana, casada, mãe de três filhos e uma cristã convicta. Sua fé foi reprimida por seu marido que rasgou a sua Bíblia. A história que conheceremos foi relatada pela organização A Voz dos Mártires, que se dedica a ajudar a igreja perseguida no mundo inteiro.

Quando Poonam deixou o hinduísmo em 2012 e se entregou a Jesus Cristo, a Bíblia se tornou seu bem mais precioso. Ela passou a ler secretamente a Palavra de Deus em sua casa todos os dias, pois temia que seu marido descobrisse sobre sua nova fé. E foi o que aconteceu.

Certo dia ele ouviu sua esposa fazendo uma oração e encontrou sua Bíblia. Irado, ele a rasgou inteira, e disse para sua esposa não ler a Bíblia e orar enquanto ela morasse naquela casa. Por se recusar, Poonam foi agredida pelo marido e expulsa de casa, sem ter direito a ver seus filhos. Depois de perder sua Bíblia e sua família, Poonam recebeu ajuda de parentes e continuou pedindo a Deus o retorno de tudo o que ela tinha perdido. Um pastor e outro cristão que vivia nas proximidades a visitavam regularmente para orar com ela e a presentearam com uma nova Bíblia. Ela explodiu em lágrimas de alegria.

Ao longo do tempo, Deus respondeu às orações de Poonam, restaurando seu casamento e família. Seu marido ainda não se entregou a Cristo, mas seu coração se abriu para Poonam praticar a fé cristã. Ele chegou até mesmo a frequentar a igreja algumas vezes, para observar como são os cultos cristãos.

Hoje Poonam estuda a Palavra de Deus com sua nova Bíblia, mas se recusa a deixar a Bíblia rasgada que seu marido tentou destruir. Afinal, foi com ela que começou a aprender sobre Jesus. Na Índia, há um grande aumento da perseguição de cristãos, em paralelo com o crescimento do nacionalismo hindu. As Bíblias são um precioso recurso que ajuda os novos cristãos a crescerem na fé.

Fonte: Guia-me

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial