Milhares de famílias no Iraque voltaram para suas casas

share on:

28/12/2018

Até o final de novembro, cerca de 8.400 famílias iraquianas haviam retornado para suas casas. Em 2014, eles foram obrigados a se deslocar, pois a Planície do Nínive tinha sido tomada pelo Estado Islâmico. A região foi retomada em 2016 e os extremistas deixaram a área. Um ano depois as primeiras pessoas puderam voltar aos seus vilarejos que foram destruídos pelos combatentes do Estado Islâmico. Muitas casas foram queimadas e outras foram destruídas durante os combates pela retomada da região.

Em diferentes cidades, 1.206 casas foram reconstruídas, segundo números dos comitês locais que coordenam o trabalho de restauração e o retorno das pessoas. Igrejas locais formaram comitês para coordenar a restauração das casas.

Em Qaraqosh foram restauradas 487 casas, e 5122 famílias cristãs puderam voltar para seus lares. Em Bartella, 1.325 famílias voltaram e 300 casas foram reformadas. Em Bashiqa, 287 famílias puderam voltar, tendo 228 casas reconstruídas. Em Bahzani, foram 155 famílias e 120 casas. Em Karamles, 329 famílias e 40 casas. Em Batnaya há 31 casas prontas e as famílias só não puderam voltar porque as estradas ainda estão bloqueadas. Essas reformas e reconstruções estão sendo feitas com o apoio de parceiros da missão Portas Abertas.

Em Qaraqosh, que tem a maior população cristã da Planície do Nínive, o trabalho de reconstrução é coordenado pelo líder cristão George, que disse que eles precisam de mais apoio para reconstruir as casas.

Você pode apoiar essa causa através do programa Presentes de Esperança. Para participar ou ter mais informações acesse: portasabertas.com.br, clique em “COMO SE ENVOLVER” e depois em “PRESENTES DE ESPERANÇA”. Uma das razões é a reconstrução da Igreja no Iraque.

Fonte: Portas Abertas

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial