Igreja na China precisa de líderes e desigrejados: cresce o número de cristãos que amam a Jesus, mas abriram mão da igreja

share on:

04/04/2017

Maior país da Ásia Oriental, a China possui uma população de 1 bilhão e 400 mil pessoas, divididas em 56 etnias. Os cristãos são 97 milhões e 200 mil pessoas. A igreja chinesa tem muitos desafios e o principal é a capacitação para a liderança. São comunidades de várias etnias, com cristãos ex – muçulmanos e ex -budistas, que necessitam de líderes aptos para levar o trabalho adiante. Por exemplo, na maior etnia no país, conhecida como “han”, estão 99% dos cristãos chineses, e também têm carência de lideres. A grande dificuldade na capacitação de pessoas para a missão na China é que cada etnia é peculiar: é necessário mergulhar na cultura e hábitos de cada uma delas. A organização cristã Portas Abertas está promovendo o projeto “Treine cristãos da China”. Para conhecer e participar acesse o site: portasabertas.org.br.

Ouça agora a reportagem: