Cristãos iraquianos recomeçam suas vidas

share on:

03/08/2018

O Iraque foi tomado pelo Estado Islâmico por três anos. O ISIS, como também é conhecido, é uma organização islâmica jihadista, que luta pela implantação da sharia em todo oriente médio. Trata-se de um sistema de leis e política pautados nos princípios do islã. Bombas ainda explodem na capital Bagdá e postos de controle policial podem ser vistos em todas as partes.

O governo iraquiano declarou a liberação do país do EI em dezembro de 2017, mas a atuação do grupo terrorista ainda se faz presente no Iraque. Com isso, a população de cristãos caiu, contando hoje com cerca de 258 mil pessoas.

Muitos cristãos que permaneceram ou estão voltando para o país têm sido abençoados com iniciativas em várias frentes. Entre elas, programas de microcrédito, reconstrução de casas e lugar para socializar.

Uma cidade que se destaca é Qaraqosh, na Planície do Nínive. A cidade tinha 50 mil cristãos até 2014. Muitos dos que fugiram naquela época estão voltando desde o ano passado e tendo suas casas reconstruídas através da ajuda de parceiros da agencia missionária Portas Abertas, organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Em Bagdá, as igrejas que permaneceram abertas também fazem atividades para que os cristãos possam sair das quatro paredes e socializar.

Fonte: Portas Abertas

 

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial