Cristãos chineses aproveitam o tempo na prisão para pregar o Evangelho

share on:

04/12/2018

No mês passado o Missão Notícia trouxe a informação sobre a intensa repressão do governo chinês contra as igrejas domésticas. A estratégia é tentar forçar os membros dessas congregações a fazerem parte de igrejas sancionadas pelo Estado e submete-los a doutrinação através da ideologia do Partido Comunista da China.

Uma das igrejas fechadas foi a Early Rain Covenant, que tinha mais de 500 membros. Na ocasião foram presos 100 fiéis. Um deles falou sobre a oportunidade que tiveram de pregar o Evangelho na prisão. Wang, nome fictício por questões de segurança, ainda não é batizado, mas foi preso por sua esposa fazer parte da igreja, que ainda está interditada pelas autoridades chinesas.

Ele ficou detido por cinco dias e seu testemunho foi compartilhado em uma página no Facebook que apoia a denominação. Em seu relato ele disse que todos os detentos queriam ansiosamente ouvir o Evangelho. Alguns dos presos eram traficantes de drogas e queriam o contato de Wang para levar suas esposas à igreja assim que deixassem a prisão. O professor Wang, como ficou conhecido na prisão, contou ainda que eles adoraram ouvi-lo, e que enquanto tivesse alguém disposto a falar, eles iriam ouvir. Os presos lavaram os pés de Wang antes dele sair da prisão, reproduzindo o ato que Jesus fez com seus discípulos.

De acordo com a página, quando as irmãs da igreja, que também tiveram seus maridos presos, ouviram esse testemunho, ficaram profundamente comovidas, e perceberam que Deus claramente os enviou para que o evangelho fosse pregado as pessoas daquele lugar.

Fonte: Guiame

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial