share on:

26/09/2017

Testes nucleares, a figura pitoresca do ditador Kim Jong-Um e a iminente ameaça de guerra contra os Estados Unidos, essas imagens certamente estão associadas a Coreia do Norte neste momento. Mas o país também vem recebendo um bombardeio que pode salvar vidas. Um bombardeio de Bíblias.

O responsável por essa ação é Jung Kwang-il um dos muitos cristãos que fugiram do governo norte-coreano. Fundador do ministério No Chain, em tradução livre, Sem Correntes, ele vem usando balões para lançar pen drives com versões digitais da Bíblia a partir da fronteira do lado sul-coreano. De uma área aberta na província de Gyeonggi, ele conta com o vento para “bombardear” os norte-coreanos com a Palavra de Deus. O líder cristão explica que os lançamentos são cuidadosamente estudados por que dependem de condições climáticas bastante específicas. Um GPS é usado para confirmar que todos os balões caíam no lugar desejado. Todo o trabalho é feito a partir doações de cristãos, principalmente dos Estados Unidos.

Jung acredita que sua iniciativa pode dar resultados e inflamar o povo norte-coreano por mudanças, como aconteceu na chamada “primavera árabe”. Para ele, os moradores da Coreia do Norte não têm informação. Seu desejo é tirar as pessoas da ignorância fomentada pela ditadura norte-coreana. Aos 54 anos, ele faz os lançamentos praticamente sozinho. Após ser condenado a três anos de prisão por um crime que não cometeu, ele decidiu fugir e arriscou a vida atravessando a pé para a Coréia do Sul. Desde então Jung vem tentando de todas as maneiras ajudar os seus compatriotas a conhecerem a verdade.

Segundo a Missão Portas Abertas, cerca de 70.000 cristãos estão sofrendo em campos de trabalho forçado na Coréia do Norte por não terem negado a fé.

Fonte: Gospel Prime e Christian Post

Ouça a reportagem:

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial