Crime organizado e islamismo ameaçam igreja de Maicao, na Colômbia

share on:

17/01/2018

Maicao é uma cidade que fica localizada no meio do deserto que divide a Venezuela e a Colômbia. Lá existe uma travessia de fronteira chamada Paraguanchon. Todos os dias milhares de venezuelanos usam essa passagem para fugir da violência e perseguição política em seu país. Diante dessa crise migratória, a igreja local se sente insuficiente para ajudar. O pastor aqui identificado como Ernersto, disse que faz o que pode para ajudar essas pessoas. Ele chega a viajar até onde eles estão para levar comida, e tentar aconselhá-los e confortá-los.

Além do desafio dos imigrantes, a igreja do pastor Ernesto enfrenta o problema do crime organizado há décadas. Sua igreja fica a apenas alguns metros das casas de líderes criminosos, que impõem restrições aos cultos. Ernesto relatou que eles não gostam da presença da igreja na comunidade, e que sua esposa foi ameaçada por muitos anos.

Outro fator agravante é o crescimento do islamismo na região. Desde que o governo de Hugo Chávez foi estabelecido, a Venezuela começou a negociar com o Irã, resultando em laços culturais, militares e religiosos. As minorias muçulmanas xiitas que estavam na Venezuela agora se encontram nos mercados de Maicao, onde há também uma forte comunidade libanesa, palestina, jordaniana e síria. Eles tem um papel predominante na economia da região. Os muçulmanos sempre compartilham a fé com a comunidade, principalmente com os imigrantes que estão chegando. Os venezuelanos são recebidos com calorosas boas-vindas e muitos deles começam a frequentar a mesquita da cidade, que é a terceira maior da América Latina.

Hoje o controle de Maicao é disputado por indígenas Wayuu, muçulmanos radicais, imigrantes venezuelanos e criminosos. Nesse contexto, a igreja é um alvo significativo e tem se tornado mais vulnerável a cada dia.

Fonte: Portas Abertas

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial