Casas de recuperação cristãs podem ser proibidas de evangelizar dependentes químicos

share on:

25/07/2017

Nos últimos dias 20 e 21 de julho, diversos líderes e representantes de comunidades terapêuticas do Brasil e de outros países estiveram reunidos em razão do Primeiro Seminário Internacional sobre Drogas, no estado do Piauí. Na ocasião foi assinado um documento em formato de carta pública, repudiando a conduta do Conselho Federal de Psicologia com relação às comunidades terapêuticas, que na maioria são cristãs. O fato é que o Conselho Federal de Psicologia está tentando impedir que as comunidades terapêuticas ligadas a alguma entidade religiosa compartilhem seus princípios de fé com os internos.

A proposta da nota de repúdio à medida do Conselho veio da psicóloga paranaense Marisa Lobo, que participou do Encontro e também é uma das coordenadoras da campanha nacional “Maconha Não”, que combate a legalização da maconha e outros tipos de drogas ilícitas no Brasil. Marisa fez uma gravação relatando o fato. Confira:

Confira a Reportagem:

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial