Campanha “Deus é Amor” se espalha pelas ruas do Irã

share on:

04/07/2018

No Irã é proibida qualquer manifestação religiosa não muçulmana. Todas as igrejas de língua farsi foram fechadas após a revolução cultural de 1979, que transformou o país em uma teocracia islâmica.

Em meio aos protestos que se multiplicam no Irã desde o final no ano passado, a frase “Deus é amor” começou a ser pichada nas ruas de várias cidades. No Alcorão tem 99 adjetivos mas “amor” não é um deles, o que justifica o apelo do pastor Rasoul Heydari.

Heydari possui um programa de TV cristão, transmitido via satélite, chamado “Esperança Eterna”. Nos últimos anos, sua audiência vem crescendo entre a comunidade iraniana. Recentemente, Heydari, que veio de família muçulmana e se converteu a Cristo já adulto, pediu que seus telespectadores pichassem a frase retirada de 1 João 4:8.

A escrita, em farsi, começou a ser vista nas paredes de cidades do Irã como parte dos protestos contra a falta de liberdade religiosa. O pastor acredita que os protestos motivados pela crise econômica e a falta de água abriram uma grande oportunidade para os fiéis expressarem sua fé. No entanto, pastores foram presos, acusados de, segundo o governo, atentarem contra a segurança nacional.

Em entrevista ao site Mohabat, Heydari disse que a ideia de pedir em seu programa que as pessoas escrevessem a mensagem “Deus é amor” veio como uma maneira de lutar contra a opressão espiritual. Ele acredita que isso pode promover o conhecimento do verdadeiro Deus. O pastor acrescentou que a multiplicação da frase, atestada em fotos que chegaram até seu programa, mostram que ele conseguiu “encorajar os cristãos que vivem em segredo no Irã a tornarem o verdadeiro Deus conhecido para as pessoas”. Ele afirmou ainda que muitos jovens iranianos estão se afastando do islamismo porque não conheciam o verdadeiro Deus.

O pastor Heydari acredita que o regime islâmico do Irã poderá cair em breve, e deixou claro que não é um ativista político, mas que tenta ser guiado pelo Espírito Santo para ser uma voz para os homens e mulheres nas ruas do Irã.

Fonte: Gospel Prime

 

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial