Abrigo acolhe mulheres que são forçadas ao casamento

share on:

Em alguns países da Ásia Central, existe ainda uma tradição de um homem “raptar” ou sequestrar uma jovem mulher e forçá-la a se casar com ele.

Algumas famílias mais tradicionais chegam a considerar essas moças privilegiadas, por serem tão desejadas ao ponto de serem sequestradas para casar. Os missionários da Missão em Apoio à Igreja Sofredora na região têm trabalhado em um abrigo para mulheres que, em sua maioria, estão fugindo dessa situação. O abrigo acolhe, dá tratamentos médicos, ajuda com a retirada de novos documentos e com obtenção de empregos. Esse ministério está em um contexto diferente de nossa realidade, além de ser uma cultura socialmente e religiosamente opressora. Ore para que Deus renove as forças dos missionários e para que mais mulheres se sintam acolhidas.