Ser Humano: missão no céu e no coração da Amazônia

Compartilhe em:

05/10/2018

No dia 30 de abril de 2018, o hidroavião que transportava o missionário Genivaldo Ferreira Febrônio caiu perto da comunidade Cristo Rei, no rio Curupira, em Nova Olinda do Norte, 130 quilômetros distante de Manaus (AM). Chovia forte. Ele teve queimaduras nos membros inferiores, quebrou o fêmur, apresentou um quadro de embolia pulmonar, foi parar na UTI. O piloto sofreu escoriações no rosto.

Quase três meses após o acidente, Genivaldo Febrônio entraria num avião de novo: um Compair 9, da Missão do Céu, com espaço para 8 pessoas. A jornalista Paula Ferreira acompanhou a “entrega” feita pelos pilotos Marcio Rempel e Airton Silva. Ela também registrou a experiência que teve na aldeia Mapuera, entre os índios way way, em Oriximiná, no Pará. A reportagem faz parte da série Ser Humano.

Confira o áudio e também as fotos: