share on:

Img_IconeBaixar_680px

 

14 de setembro de 2017

Leitura Bíblica: Êxodo 25.1-9

O Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai (Jo 1.14, ARA).

Deus sempre quis habitar com o ser humano, mas o pecado (aquilo que desagrada a Deus) distanciou-os. Hoje lemos que, depois que os israelitas foram presenteados com os mandamentos, Deus ordenou que trouxessem ofertas para construir um tabernáculo (uma tenda). A lista dos itens é extensa e são muitos os detalhes que viriam mais adiante sobre como ele deveria ser feito. Com isso, Deus estaria mais próximo do seu povo. Ele não precisava da tenda, mas o povo precisava de um lugar assim para não ficar confuso sobre onde Deus estaria. O desejo de Deus é expresso no v 8: “Farão um santuário para mim, e eu habitarei no meio deles”. Tudo foi feito como Deus ordenou, mas por causa da dureza do coração das pessoas Deus foi deixado de lado mesmo estando tão perto. Muitos continuaram tomando decisões e tendo atitudes próprias, o que geralmente terminava em desgraça. O que fazer então?

Deus tomou uma atitude drástica, enviando seu Filho a este mundo (veja o versículo em destaque). A palavra bíblica “habitou” traduzida literalmente ficaria “tabernaculou-se”, montou sua tenda de acampamento. Ou seja, já que não foi suficiente para o ser humano ter uma tenda que representasse a presença de Deus, ele decidiu vir pessoalmente até nós. Deixou a glória eterna para “acampar” em nosso meio, de maneira que agora, quando olhamos para Jesus, vemos o próprio Deus.

Que Deus é esse? É um Deus de amor, que não poupou esforços para dar seu filho e oferecer vida eterna a todo aquele que crer na morte de Jesus e entregar sua vida a ele (Jo 3.16). A referência às tendas não termina por aqui: em Ap 21.3b lemos: “agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus”. Se ele já habita em sua vida, esta promessa é para você também! – ADH


Quando entregamos nossa vida a Cristo, Deus passa a habitar em nós; na eternidade, habitaremos com ele!