Compartilhe em:

Todos os dias somos presenteadas com uma nova oportunidade.  Cada nova manhã nos dá uma nova chance de continuarmos os projetos de onde paramos, de iniciarmos novos planos ou quem sabe até mesmo de recomeçarmos. Sem que percebamos, contamos com essa nova oportunidade, e, assim em nossa mente temos tudo planejado para que consigamos dar conta daquilo que precisamos fazer, quer seja nossos afazeres domésticos, trabalhos escolares ou projetos profissionais. Aparentemente tudo segue seu curso natural até o dia em que a vida nos para.

As interrupções da vida têm muitas facetas. Elas podem se apresentar como um mal-estar súbito, um assalto, uma torção de pé, a perda da voz ou algo mais grave como uma doença que requer um longo tratamento. Não importa o que causa a interrupção, o fato é que geralmente ela não é bem-vinda. De uma hora pra outra somos obrigadas a nos reprogramar. É comum pensarmos: “Isso não pode estar acontecendo bem agora!” A situação nos agita e nos entristece. Mesmo assim temos que pensar num plano B. Será que você já foi parada pela vida alguma vez?

A sensação experimentada é que a vida nunca mais voltará ao normal, ainda que nossa interrupção tenha sido apenas uma torção de pé.  Inevitavelmente, a ansiedade começa a tomar conta de nós. Muitos medos e questionamentos passam pela nossa mente e a dor, que antes era muito mais física, agora é cada vez mais emocional. A situação foge ao nosso controle. No entanto, sabemos que ela nunca foge ao controle do nosso Deus. Quanto consolo e segurança essa verdade nos traz.  E melhor ainda é saber que podemos recorrer ao nosso Pai sem esconder nossos medos e ansiedades. No salmo 38.9 o salmista diz assim: “Senhor, diante de ti estão todos os meus anseios; o meu suspiro não te é oculto.”  Deus, ouve nossos anseios e suspiros.

E Ele não apenas nos ouve como também nos aconselha e mostra o caminho a seguir em toda e qualquer circunstância. Em Isaías 48.17 nosso Deus nos diz: “Assim diz o Senhor, o seu redentor, o Santo de Israel: “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir.”

Querida, se você se identificou com o texto de hoje, encorajo você a contar para o Senhor todos os seus anseios e a pedir a Ele que dirija seu plano B, ou quem sabe planos C e D. Só ele tem as palavras de vida e é capaz de nos dirigir e aquietar em toda e qualquer situação!

No amor do Senhor,

Susie Pek – Coordenadora Mulheres de Esperança RTM Brasil & América Latina