share on:

Dizem por aí que o hábito da procrastinação é um ladrão invisível de sonhos e a pior coisa que pode acontecer a alguém que tem projetos!  Apesar de ela ser uma grande vilã, a enrolação é a melhor amiga de muita gente! A definição da palavra procrastinação no dicionário da língua portuguesa é adiar ou deixar alguma coisa para depois, considerando seu significado, todos nós, ou já procrastinamos, ou, iremos procrastinar no futuro. Entretanto, para muitos, a procrastinação é um estilo de vida levado a sério em todas as áreas da vida. A pessoa enrola pra levantar, tomar banho, se arrumar, fazer o trabalho de escola, ligar para os amigos, para arrumar seu guarda-roupa e assim vai. A questão é que na hora, a enrolação parece boa, porque tira a nossa mente do problema chato que nos aguarda. Entretanto, a vida é feita de chatices e chateações e deixar pra depois pode complicar ainda mais as coisas!

Esse desejo me faz pensar numa passagem bíblica que não trata diretamente sobre procrastinação, mas tem muito a nos ensinar sobre agir do tempo certo. Há muito anos tive o privilégio de ver a passagem tomando vida bem em frente aos meus olhos. Estava saindo de casa e me deparei com duas filas distintas de formigas no meu quintal! Uma era formada pelas formigas a caminho do trabalho, estavam organizadas, mas não levavam nada, a outra era da turma pós expediente voltando pra casa com aquilo que tinha vindo buscar: nossa grama! Foi lindo e marcante assistir essa cena de camarote!

Não me importei por estarem ‘acabando’ com a grama do nosso pequeno jardim, porque diante dos meus olhos de mulher urbana só ecoavam as palavras de provérbios 6 “Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante, e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento.” Você já as observou? Elas não enrolam, não procrastinam e não deixam para depois, fazem o que tem que fazer dentro do prazo e com organização impecável! As filas eram longas, não conseguia ver onde começavam ou terminavam, apenas conseguia acompanhar seu trajeto pelas gramas, seu trabalho decidido, ágil e ininterrupto.  Enquanto continuava a observar as minhas novas amigas, a passagem de provérbios seguia ressoando em minha mente: “Até quando você vai ficar deitado, preguiçoso? Quando se levantará de seu sono? Tirando uma soneca, cochilando um pouco, cruzando um pouco os braços para descansar a sua pobreza o surpreenderá como um assaltante, e a sua necessidade lhe virá como um homem armado.” Que as formigas nos inspirem e que o Senhor nos dê discernimento para agirmos no tempo certo para sua glória.

No amor do Senhor,

Susie Pek – Coordenadora do Mulheres de Esperança RTM Brasil, América Latina & Caribe