Missionários são ameaçados pelo terrorismo em Burkina Faso

13/04/2017

Em nosso penúltimo dia dessa série sobre Burkina Faso, vamos falar sobre o terrorismo, uma ameaça contra a vida dos missionários e da população daquele país. Burkina vive sob o terror do grupo extremista islâmico Jihad, que começou sua incursão pelo norte do país e já atacou até a capital Uagadugu. O nome Jihad em árabe significa empenho, esforço ou luta. E com esses três atributos esse grupo busca o objetivo de instalar um estado islâmico nos países onde eles estão lutando. A missionária Iara Barry, que está há 11 anos em Burkina e já teve que sair de uma cidade do norte por causa dos jihadistas disse que é preciso ter cuidado para andar pelo país.

Ouça agora a reportagem: