Igrejas se reúnem para formar agência missionária no Caribe

share on:

19/5/2017

Durante o último mês, as igrejas de um país do Caribe se reuniram para cumprir uma série de exigências para a formação de uma agência missionária de atuação em campos estrangeiros.

O missionário Augusto Lima, que atua no campo caribenho desde de 2015, participou dos encontros e disse que nesse início eles estão fazendo um esforço para a criação conjunta de uma estrutura mínima de envio de missionários transculturais, tanto a longo quanto a curto prazos. Ele disse também que ficou clara a necessidade de trabalhar em seis áreas nesse projeto: mobilização de igrejas, processo seletivo de missionários, capacitação dos futuros obreiros transculturais, envio ao campo, cuidado pastoral e administração e finanças.

Os primeiros candidatos da futura agência missionária transcultural serão entrevistados ainda neste mês e, terminado esse processo, será marcada uma data para o início da formação da primeira turma de obreiros.

Uma realidade que precisa ser mudada é o fato de muitas igrejas locais olharem apenas para suas vizinhanças. Segundo Augusto, os líderes de missões distritais e provinciais reconhecem que isso será um grande desafio, pois a ênfase está em programas locais de evangelização, e as limitações econômicas produzidas pelo regime condicionaram pastores e líderes a não pensarem globalmente.

Augusto concluiu pedindo oração por sabedoria no auxílio da configuração da nova agência de missões transculturais no Caribe.

A Junta de Missões Mundiais, organização missionária da Junta Batista Brasileira, apoia esse projeto missionário no Caribe, por meio da transmissão de conhecimento e com sua experiência na formação de novas agências missionárias na América Latina.

Fonte: Junta Mundial de Missões

Ouça agora a reportagem: 

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial