Igreja no Iraque comemora a Páscoa em clima de paz

17/04/2017

Durante essa semana, as igrejas no Iraque tiveram suas tradicionais celebrações de Páscoa em clima de paz. Depois do Domingo de Ramos, eles comemoraram a ressurreição de Cristo em várias cidades e aldeias cristãs que já estão liberadas do domínio do Estado Islâmico. Aos poucos, a vida está voltando ao normal em lugares que ficaram abandonados durante os ataques. Nos últimos dias, centenas de cristãos andaram livremente pelas ruas de Qaraqosh e Karamles. As duas cidades, localizadas na planície de Nínive, foram atacadas em outubro de 2016 pelo Estado Islâmico. Oitenta por cento das casas dessas cidades foram destruídas pelas bombas lançadas e pelos incêndios provocados pelo Isis.

Algumas pessoas carregavam grandes bandeiras com os slogans: “Bem-aventurado aquele que vem em nome do Senhor, aleluia” ou “Hosana para o Filho de Davi”. Depois participaram de reuniões em igrejas que estavam queimadas ou parcialmente danificadas. Um líder cristão deu graças a Deus por eles estarem retornando às suas cidades e igrejas, depois de dois anos. As comemorações também aconteceram em algumas aldeias também liberadas na planície de Nínive.

As expressões dos cristãos iraquianos são de felicidade e gratidão. Qaraqosh foi, até agosto de 2014, a maior cidade cristã do Iraque. Antes da chegada dos extremistas islâmicos havia cerca de 50 mil habitantes. Karamles é menor, antes da guerra viviam ali cerca de 800 famílias cristãs. Todas essas pessoas foram deslocadas, a maioria para Erbil.

Há muitos cristãos retornando nesse momento. Um dos líderes disse estar alegre em poder voltar a pregar a palavra, e revelou que chorou ao ver os cristãos reunidos para celebrar a Páscoa. Ele planeja preparar um grande gerador, depois da Páscoa, para fornecer eletricidade a todos os que desejam retomar suas vidas em Karamles.

Fonte: Site Portas Abertas

Ouça agora a reportagem: 

 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Renata Theodoro
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial